Go Solo
1110
post-template-default,single,single-post,postid-1110,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,cookies-not-set,,qode-page-loading-effect-enabled,qode_grid_1300,qode_popup_menu_push_text_right,footer_responsive_adv,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,qode_advanced_footer_responsive_1000,elementor-default,elementor-kit-14,elementor-page elementor-page-1110

Go Solo

PROJETO

GO SOLO

Designação do projecto

GO SOLO – Avaliação da dinâmica da matéria orgânica em solos de pastagens semeadas biodiversas através do desenvolvimento de um método de monitorização expedito e a baixo custo.

Região de Intervenção

Portugal

Objetivo Geral

Desenvolver um método expedito e de baixo custo para o mapeamento da matéria orgânica no solo e para a análise do sequestro de carbono em pastagens semeadas biodiversas. O método irá utilizar espectroscopia no visível e no infravermelho-próximo (VNIR), utilizando sensores de campo e imagens de satélite.

Quem irá beneficiar

Agricultores que instalaram ou planeiam instalar PSB

Prestadores de apoio técnico e aconselhamento a PSB

Decisores políticos organismos e entidades que prestam servios de monitorização de MOS

Investigadores na área do carbono no solo em pastagens

Data de Início

01-08-2018

Data de Conclusão

2021/12/31

Parceiros

Terraprima – Serviços Ambientais, Sociedade Unipessoal Lda. (líder)

Universidade de Évora

Terraprima Sociedade Agrícola Lda

Sociedade Agricola Herdade dos Padres, SA

ZEA – Sociedade Agrícola Unipessoal, Lda

Tapada dos Números, Sociedade Agricola, Lda

Pedro Sacadura Teixeira Cabral Duarte da Silveira – Herdade do Azinhal

Herdade da Machoqueira dos Grous

Instituto Nacional de Investigação Agrária

Confederação dos Agricultores de Portugal

Resultados esperados

Obtenção de mapas de alta-resolução para a matéria orgânica no solo, para 7 explorações piloto durante 5 anos, incluindo a análise geo-espacial detalhada;

Análise do efeito da gestão do pastoreio na acumulação da matéria orgânica no solo;

Previsão do sequestro de carbono no solo para as explorações piloto e extrapolação dos dados para potenciais novas áreas de pastagem;

Método normalizado para a análise da matéria orgânica no solo com recurso a espectroscopia no infravermelho-próximo.

Resultados obtidos

As primeiras atividades do GO SOLO incidiram na divisão das parcelas nas herdades em sub-parcelas homogéneas, utilizando a condutividade elétrica do solo e variáveis ambientais.

Em cada sub-parcela, a MOS foi medida utilizando uma amostragem convencional de solos (amostras compósitas), seguido de uma análise laboratorial.

Estas medições foram usadas para calibrar os métodos VNIR.

Os agricultores estão a ser acompanhados por técnicos de campo especializados em pastagens de modo a identificar o estado das pastagens e as práticas de gestão em cada sub-parcela.

Divulgação

CICLO DE SESSÕES “Transferência de Conhecimento do Montado de Sobro e da Cortiça” | 25 de Setembro 2018 | Coruche (Apresentação: 1/2 e 2/2Poster do Evento)

AGRO INOVAÇÃO 2018 – Cimeira Nacional de Inovação na Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural | 29 de Outubro 2018 | Oeiras (PosterApresentaçãoCatálogo de ProjetosWebsite do evento)

Reunião I&D – Centro de Competências do Sobreiro e da Cortiça | 30 de Maio 2019 | Lisboa, Portugal

Workshop de Fileira ” Montado x Produção animal x Vinha” | Workshops Regionais de Inovação na Agricultura | 19 de Setembro 2019 | Coruche, Portugal (PosterApresentação)

Estado de fertilidade dos solos de montado de sobro | Revista Vida Rural – Dossier Técnico | Setembro 2019 (Artigo)

Ficha técnica Nutrição e fertilização do montado de sobro – Colheita de amostras foliares em sobreiro

Ficha técnica Colheita de amostras de terra em montados de sobro e povoamentos de pinheiro-manso para avaliação do estado de fertilidade do solo

Documentos para download

Clique aqui para fazer o download do poster

Clique aqui para fazer o download do boletim informativo

EQUIPAMENTO DE RECOLHA DE AMOSTRAS DE SOLO

Tags:
,