+Prev CRP
2016
post-template-default,single,single-post,postid-2016,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,cookies-not-set,,qode-page-loading-effect-enabled,qode_grid_1300,qode_popup_menu_push_text_right,footer_responsive_adv,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,qode_advanced_footer_responsive_1000,elementor-default,elementor-kit-14,elementor-page elementor-page-2016

+Prev CRP

PROJETO

+PREV CRP

Designação do projecto

Desenvolvimento de estratégias integradas para prevenção do Cancro-resinoso-do-pinheiro (+PrevCRP)

Código do Projeto

PDR2020-101-031064

Objetivo Geral

Implementação, em larga escala, de estratégias sustentáveis de minimização do risco de
dispersão do cancro-resinoso-do-pinheiro, que não afetem de forma significativa a
capacidade germinativa das sementes, nem a qualidade final das plantas produzidas

Região de Intervenção

Portugal

Como é financiado

Este projeto é financiado no âmbito do PDR2020 (Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020), Área 1 – Inovação e Conhecimento, Medida 1 – Inovação, Ação 1.1 – Grupos Operacionais.

O Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) é um instrumento político e um mecanismo de financiamento utilizado pelos Estados-Membros para implementar as políticas de desenvolvimento rural da UE, num território específico. O PDR2020 tem como objetivo apoiar o investimento em explorações agrícolas e florestais, em empresas agroindustriais e na instalação de jovens agricultores, potenciado as condições para aumentar a competitividade.

Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER) é o principal instrumento de financiamento para a implementação do 2º pilar da Política Agrícola Comum, sendo o instrumento financeiro da União Europeia, destinado aos Estados-Membros, para alcançar diversos objetivos europeus de política de desenvolvimento rural, tais como melhorar a competitividade das empresas agrícolas, florestais e agroalimentares, ajudar a proteger a natureza e o ambiente, apoiar as economias rurais e melhorar a qualidade de vida nas zonas rurais. O FEADER financia também estratégias de desenvolvimento local e ações de assistência técnica (projetos do tipo “Leader”) e contribui para a realização da Estratégia Europa 2020 através da promoção do desenvolvimento rural sustentável em toda a União, em complementaridade com os outros instrumentos da política agrícola comum, da política de coesão e da política comum das pescas.

Saiba mais sobre o FEADER no sítio do IFAP.

O que se pretende

Este projeto visa atuar tanto ao nível das sementes como das plantas, para minimizar / eliminar o risco de dispersão, implementando metodologias eficazes para o controlo do fungo, com aplicação em larga escala, para poderem ser utilizadas pelos fornecedores de MFR no tratamento de sementes, substratos, contentores e água de rega.

Pretende-se, pois, minimizar os riscos de dispersão deste fungo, em particular em fornecedores de MFR, através da divulgação e aplicação de medidas preventivas assentes no tratamento dos diversos fatores de produção, nomeadamente:

– Avaliar a eficácia de métodos de desinfeção de sementes, substratos, contentores e água de rega, que não afetem a germinação das sementes e crescimento das plantas, e com possibilidade de serem aplicados pelos fornecedores de MFR em contexto real;

– Obter e analisar o desempenho de novos substratos, alternativos à casca de pinheiro, na qualidade das plantas obtidas;

– Aplicar os tratamentos mais eficazes em fornecedores de MFR e avaliar a sua aplicabilidade e impacto na germinação das sementes e na qualidade das plantas;

– Acompanhar o comportamento das plantas no campo (1º ano de plantação) após a aplicação dos tratamentos em viveiro; e

– Divulgar os resultados do projeto (através de um encontro nacional/internacional técnico-científico, folhetos informativos, páginas web dos parceiros e ações de demonstração) e elaborar um Manual Técnico de medidas preventivas.

Entidade Beneficiária

Fornecedores de MFR (cerca de 250) e, de forma indireta, a fileira do pinho, nomeadamente produtores(as) florestais, técnicos(as) do setor florestal e instituições governamentais.

Data de Aprovação

2017/07/19

Data de Início

2017/10/01

Data de Conclusão

2021/09/30

Custo Total Elegível

447.842,94 €

Parceiros

Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P.  -ICNF, I.P.

Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, I.P. – INIAV, I.P.

Direção-Geral de Alimentação e Veterinária – DGAV

Associação para a Valorização da Floresta de Pinho – Centro Pinus

Florgénese – Produtos e Serviços para a Agricultura e Floresta, Lda. 

Instituto Superior de Agronomia ISA

Associação de Produtores Florestais do Vale do Sado – ANSUB

Instituto Pedro Nunes, Associação para a Inovação e Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia – IPN

Viveiros do Furadouro Unipessoal, Lda. 

Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro – UTAD

Associação de Produtores Florestais do Concelho de Coruche e Limítrofes – APFC

Pombalverde – Produção e Comercialização de Plantas, Lda. 

A Germiplanta, Viveiros de Plantas, Lda.

Biochem Iberica – Químicos Agrícolas e Industriais, Lda.

Resultados esperados

Minimizar os riscos de dispersão de Fusarium circinatum, contribuindo para o seu controlo e reduzindo o impacto económico negativo que poderá originar, em particular, em fornecedores de MFR.

Criar e divulgar um novo processo, a integrar no “itinerário técnico” do atual sistema de produção de plantas florestais, assente na aplicação de medidas preventivas baseadas em tratamentos de desinfeção aplicáveis aos diversos fatores de produção.

Resultados obtidos

Em avaliação

Porquê este projecto?

Conheça o projeto em detalhe e o fungo Fusarium circinatum

PROJETO
GO + Prev CRP